Irmãs dos Pobres

de Santa Catarina de Sena​

Um nós: todos por um novo ano

Por onde começar?

Da ponte! Um caminhar para o outro lado, do encontro, da escuta, do perdão, da amizade, do amor, enfim do encontro onde todos se sentem irmãos e irmãs. Que todos se sintam família do mesmo Pai que é Deus, da mesma Mãe Maria e irmão de todos: Jesus, que renasce em cada gesto de bem que faz o bem aos outros.

Mas como ser?

Estar conectado com o que acontece, saber aceitar e ouvir a si mesmo e aos outros. Somente aqueles que estão presentes no espaço em que se encontram, no momento que acontece e na hora que se vive poderão dizer que aproveitar a vida é viver cada momento com intensidade e poder agradecer a graça que está em torno a todo o momento da vida cotidiana.

Ser uma ponte entre Deus e os homens é como ligar e unir dois lados divididos, separados e impedidos. Significa, como afirma o Papa Francisco, “manter o coração aberto à esperança, confiar em Deus que está presente”.

Como começar?

Da decisão de começar e construir uma nova vida em um novo ano que começa. Porque este é o novo tempo, uma nova esperança, uma nova oportunidade para fazer bem o que não é feito, para viver melhor do que nunca, para ser o que Deus espera dele.

Maria seja a companheira deste caminho, levando no coração a oração de um filho e de uma filha que se confia à sua mãe:Hoje coloco-me nas tuas mãos cheio de amor, ternura e graça. Sou pobre, dependo de Deus, confio em ti, porque como mãe guiarás meus passos para atravessar a ponte da vida e ser um para os outros. Amém. Feliz Ano Novo cheio de bênçãos!